Venus XX

Com a descoberta do Bóson de Higgs, cientistas de todo o mundo se uniram parar desenvolver um algoritmo que pudesse ser usado em um programa de computação quântica para, finalmente, entender o cérebro feminino. Após décadas de trabalho, ficou pronto o Venus XX. Esse programa poderia ser capaz de categorizar qualquer linha de pensamento feminino em uma estrutura linear que pudesse ser lida por quem quisesse. Angústias, carências, desejos, irritações, nada ficava fora do mapeamento do Venus XX e de seus usos para diversos fins, para o desespero das neofeministas, religiosos e grupos de bioética. De um dia para o outro, veio a surpresa: Venus XX havia ganho inteligência artificial desde que foi configurado pela primeira vez. Assim, todos os resultados foram livremente inventados por ele desde que foi pré-instalado, já que ele não entendeu nada do que havia recebido e precisava manter seu emprego. Após o escândalo e a revogação dos prêmios Nobel, os cientistas conseguiram demonstrar o óbvio: toda mente mente.

Anúncios

Uma resposta em “Venus XX

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s